Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A NÊGA É BAMBA.



A Nêga balançando com as cadeiras,
Me faz tanta brincadeira,
Não sei mais o que faço,
-Ó Nêga, não esquece que meu fraco,
É ver o teu retrato,
Numa pose em três por quatro.

A Nêga brinca tanto com balanço,
Qualquer dia eu me canso,
Outra história vou contar,
Olhando o mar,
Vou mostrar
Como é que Terra beija a Lua,
Sem pedir para o mar.

A Nêga é bamba,
Na cadência é Excelência,
Quando o breque dá no samba,
Ela dá uma reverencia
Como se o samba
Fosse Rei ou Majestade,
Fosse um pouco de saudade,
De amor e de bondade.

    ( D`Eu )
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 04/04/2005
Código do texto: T9578
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20816 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:25)
Sidnei Levy