Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERO VOCÊ SÉRIO.

Ela disse
Pra eu tirar a bermuda.
Queria me ver "sério".

Perguntei:
Precisa tirar a bermuda
Pra mer ver "sério"?
Não basta olhar o meu rosto de preocupação
Com a situação da hora?

Porque as palavras e expressões
Têm duplo sentido?

Ela dizia algo.
Queria me comer.
E eu, bobo,
Pensava em filosofar
Naquele instante.

Ficar "sério" era  ficar duro,
Rígido, lança fumegante em riste,
Prum combate furioso
De amor.

Fúria e amor
Ódio e amor
Sentimentos distantes
E estranhamente
Eqüidistantes em nós.
Dizem que entre eles
Há um tênue fio de separação.
E a separação dói demais
No coração e às vezes no bolso também.

Ficar "sério"
"Batalha de amor".
Xiiiiiiiiii,
Como é difícil lidar com o vernáculo!

Não basta ter algum domínio da língua,
Das regras gramaticais.
Tem a tal da entonação,
Da conotação também,
Do induzido
E do deduzido,
Do significado e do significante.
Meu Deus! Signos lingüísticos delirantes.

Eu queria ficar "sério" a toda hora.
Mas, ela iria ficar "séria" também?
Como saber a diferença entre sério e "sério"?
Mistério.
Coisas de "laurinha".

Caramba, que abacaxi!
Pra namorar direito
Tem que dominar o Português.
Vou ler mais e mais e mais...
Quero saber ficar "sério" na hora certa,
Pra não pagar mico e ficar sério de vergonha.



Inspirado na letra de uma canção do KID ABELHA.
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 08/01/2006
Código do texto: T95968
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:36)