Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

alma nas mãos



agonia engasgada
que de mim não sai
embaçando os sonhos
meus versos vencidos vão morrendo
sem refugio ou abrigo
nas mudas ,caladas mãos

ausência que enlouquece
nasci para ser poeta
do tempo,do vento
até do escuro fundo
tento dar luz ao mundo
com a palavra
e nada mais.

por favor, roubem-me tudo
menos a inspiração
mesmo que fique só nas sombras
não preciso de topos ,troféus ou glórias
somente a alma nas mãos
a caneta e o branco do papel.
________________
JF/MG-09/01/06-16h
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 09/01/2006
Código do texto: T96456
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3341 textos (90993 leituras)
6 e-livros (224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:28)
Maria Thereza Neves