Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insinuações



Sou ponto de exclamação

buscando descobrir

sua verdade


Pode ser que eu seja

o próprio espaço

aguardando a impressão de você


Qual!

Nem ponto e nem desaponto

deve ser afirmação.



Intriga-me deveras

sua real situação

quem sabe o seu destino

dependa de redação!



Pela primeira vez

tenho uma opinião

Pode mesmo o português

ser o único vilão!




Quiçá uma citação

um verbete traduzido

provocando de antemão

apenas duplo sentido...



Explode como vulcão

emoções incendiadas

talvez haja omissão

nas idéias pontuadas.



(Obs.: Essa poesia é uma resposta a Reticências, de EdimoGinot)

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 09/01/2006
Código do texto: T96467
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215195 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:16)
Priscila de Loureiro Coelho