Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS DEZ MANDAMENTOS


Penso que Deus está zangado
Com os filhos da raça humana
E por isso o mundo está
Falido e tão desarrumado,

Com tanta violência e fome.
O ódio consome os homens,
Que não se importam com a moral,
Esquecendo que têm uma alma.

Deus, chocado, olha para baixo,
E triste elabora o decreto final:
- Que me sejam devolvidos, urgente,
Os dez mandamentos que lhes dei,

Para que não se afogassem na lama
Da ignorância e da luxúria.
Depois de tanta desobediência,
Fizeram-Me perder a paciência

De tanto estender a minha mão
E vê-la sempre rejeitada
Por vocês, a minha criação,
A minha obra mui amada.

Por isso devolvam a Lei
Já que não serve para nada
Vivam no inferno das guerras
Porque foi isso que escolheram.

Acho que Eu não devia
Ter lhes dado o livre arbítrio
Porque até hoje não aprenderam
A escolher a estrada certa.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 09/01/2006
Código do texto: T96511

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343224 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:46)
Maria Hilda de Jesus Alão