Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0219 - Paixão de sonhos



Deveria adormecer meus desejos, todos eles!
Se amar é só amar, te amo,
assim líquido, grudento, suado, de qualquer jeito,
talvez até cantasse uma música, se soubesse...
ou se um dia notasse que estou indo pra você.

Deveria seguir mais devagar, não dentro do corpo,
meus sonhos não têm caminho, meu desejo sim,
poderia sangrar entre mãos estranhas e nem sentir,
viveria entre animais maiores e também não sentiria,
mas jamais agüentaria ficar ferido por uma paixão.

Deixe que meus olhos a cace entre outras tantas,
ao meio-dia estarei perto, à meia-noite estarei dentro,
cada dia é um gostar que renova, começa e recomeça,
deveria descansar depois de ter todas as idades,
mas jamais descansarei depois de ter você, feito amor.

Voltarei para casa, que agora é seu corpo,
não avisei que tomaria parte de tudo, até do êxtase,
dos lábios, do rosto, da pele molhada do meu suor,
voltarei adormecer em seu colo, nu e protegido por mim,
quando voltar a sonhar me desperte com um beijo seu...

10/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 04/04/2005
Código do texto: T9676
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:48)
Caio Lucas