Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um belo dia se descortina...

Um belo dia se descortina
Ela está voltando para casa
Eu aguardo sempre ansioso
Não sei como volta
Não sei como vem
Não sei o que me espera
Talvez apenas a minha própria ansiedade
Talvez, apenas a minha sede,
Minha vontade de clássicos de rock
Minha vontade de sol & praia
Minha vontade de tesão & sexo
Minha vontade de atenção
Um belo dia se apresenta
Eu estou presente, vivo presente,
Ela está de volta, enquanto volta,
E eu aguardo, como sempre,
Sempre aguardando de coração aberto
Exposto para suas alegrias
Eu quero só as suas alegrias,
Temos que dar um basta à tristeza contida
Olhar para frente & sorrir, viver & sorrir,
É disso que precisamos
Viver & sorrir
Dizem que a felicidade não bate duas vezes na mesma porta
Isso é pura ignorância
A felicidade está sempre na sua porta
Basta abrí-la, para que entre & se instale
Basta desejá-la com firmeza
Basta ter amor no seu coração o tempo todo
E quando aquela que você espera não lhe volta de todo
Sempre é tempo de recomeçar de novo, & de novo, & de novo,
E de novo ser feliz
Não é uma lei de conformismo
Não é uma regra de sobrevivência
É a própria vida
É como comprar jornal todos os dias
É como ler as notícias todos os dias
É como fazer amor todos os dias
É como levantar, trabalhar, amar & voltar para casa,
Todos os dias, sempre,
Sendo que cada dia, cada momento,
É acrescido de novas experiências
De novos cheiros, de novos momentos,
Que talvez, nem se repitam com constância,
Mas que preenchem a sua vida & lhe dão importância
Ela está voltando para casa
E eu continuo aguardando, como sempre,
São 20 anos, & isso não pode passar assim batido,
Acho que não.

Peixão89
Desabafos 2 – 1999-2000
Peixão
Enviado por Peixão em 04/04/2005
Reeditado em 31/07/2009
Código do texto: T9699
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:57)
Peixão