Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vagabundo Contador de Estrelas

Meu coração caminha na solidão

A dor que reside em meu peito

Faz da Lágrima

Eterna e pura companheira

Assim, vago noite afora

A ver estrelas!

Solitário! "sem eira nem beira",

Um Vagabundo,

Um Contador de Estrelas!

Faço da noite meu ofício,

Da escuridão meu eu!

Da solidão meu vício!

No meu sofrer

Busco a alegria,

Na dor o bem estar.

Rir...

Chorar...

Sofrer...

Morrer...

Valter Queiroz
Enviado por Valter Queiroz em 04/04/2005
Reeditado em 04/04/2005
Código do texto: T9701
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Queiroz
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 41 anos
118 textos (4528 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:23)
Valter Queiroz