Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Era preferido falar em flores...

Era preferido falar em flores
Louvar todos os amores
Mas hoje não tem bom começo
Sim, tenho saudade,
Mas tenho certo aperto no peito
Hoje tive a sua brilhante presença
Mas tive um muro nos separando
Hoje tive o seu sorriso
O beijo aguardado de despedida
E fiquei na sombra da rua
Olhando o tempo passar
Você não veio com o tempo
A falta que faz essa atenção
É tamanha, imensurável,
Tantas tarefas para executar
Que o bom da vida
Vai ficando meio de ladinho
Sobrando pequenas migalhas,
Sim, são sobras divinas,
Mas são apenas sobras,
Querer mais pode ser impertinente
Querer mais pode ser inconveniente
Querer mais pode ser uma esperança perdida
Querer mais, sempre mais,
É o que sempre queremos,
A música era boa e convidativa
A alegria dos olhos, intensa,
Mas sempre há a despedida
E a realidade tem sido outra
Como outra tem sido a vida
E no passar do tempo
Procurando tempos perdidos
Sem as mesmas flores
Sem os mesmos odores
Ficam aqueles que param
Nós iremos seguir, & seguir,
Perseguindo o futuro próximo
E de tão próximos
Ficamos isolados de um novo mundo
Refugiados em nós mesmos
Sonhando quase acordado
Não, sonhar não é demais,
No que nos resta, além de sonhos,
Apenas o que sentimos de mais puro
Apenas o que sentimos, & muito.

Peixão89
Desabafos 2 – 1999-2000
Peixão
Enviado por Peixão em 04/04/2005
Reeditado em 01/08/2009
Código do texto: T9736
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:38)
Peixão