Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A saudade é tamanha,...

A saudade é tamanha,
O desejo é insano,
Que falta faz esses beijos tão ardentes,
Sentir o corpo suave, solto,
Toda nua em meus braços,
Cheiros, toques, volúpia & gozo,
Destas & de tantas tardes e noites, & dias,
Contados a conta gotas
Buscando em cada sobressalto,
Todos os aromas, todos os tons,
Desse jardim sempre florido,
Saudade, saudade, saudade,
Mil vezes saudade,
Como se não nos vemos de há muito,
Como se tanto tempo tenha se passado,
Saudade sim, de tempos mais calmos,
Onde podíamos respirar a brisa tênue da tarde,
Por muito mais tempo
Muito mais vezes,
Sim, não posso reclamar, jamais,
Só mesmo esperar, sempre.

Peixão89
Desabafos 2 – 1999-2000
Peixão
Enviado por Peixão em 04/04/2005
Reeditado em 01/08/2009
Código do texto: T9740
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:57)
Peixão