Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhando a janela,...

Olhando a janela,
Olhando a noite,
Quase sem estrelas,
Olhando o dia que passou,
Olhando as horas,
Quase...
Sinto a falta daquela mão que afaga o ego,
Ah! Como sou egoísta,
Tenho tanta atenção,
Tenho tanto carinho,
E sinto a falta daquela mão que me afaga o ego,
Sempre...
Talvez seja por querer sempre mais,
Talvez seja por exigir sempre mais,
Procurando a todo instante o limite próximo,
Além até, muito além,
Aprendi que nunca se deve dar por satisfeito,
E como uma aposta,
Ir sempre mais longe,
O conhecimento está atrás daquela nuvem,
O pote de ouro muito além do arco-íris,
E o tempo é uma passagem livre
Rodando na margem da vida,
E eu não sei ser diferente,
Com tudo aquilo que eu quero,
Com tudo aquilo que me agrada,
Estou sempre buscando o amanhã,
Sempre...

Peixão89
Desabafos 2 –1999-2000
Peixão
Enviado por Peixão em 04/04/2005
Reeditado em 02/08/2009
Código do texto: T9747
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:11)
Peixão