Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras Grávidas

Escrevo palavras grávidas de sonhos
Lembranças dos meus tempos
idos e risonhos
que o destino não leu
Na flor da primavera feneceu!
O perfume da vida não viveu!
Na taça da ingratidão
gotas de fel bebeu!
Rasgo palavras manchadas
rabiscadas e bordadas
velhas e machucadas
loucas e desvairadas
escritas por um poeta plebeu
Pinto os versos e as rimas
com palavras assassinas
miradas com as negras retinas
que no tempo se perdeu
no olhar clandestino morreu
Aborto as dores do mundo
e as jogo ao léu
Já que não posso ter o brilho do céu
afogo as mágoas no branco
do frio papel.
11/09/2004
Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 04/04/2005
Código do texto: T9785
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6626 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:06)
Zena Maciel