Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despojada.


Visto rosas negras nas mãos
Para seus pensamentos sugarem
Pouco de mim,
Conhecimento que o escapa.

Afasto pétalas, abro botões,
Retiro espinhos noturnos,
Engano sem jeito seu luar.

Sou cadeia de sonhos,
Campo de esperas, céu ventado,
Rio sem curvas, perigo sem mar.

É dia de olhar adiante
E não vesti o tecido do ontem
Para que não se ponha a lamentar.

As horas passam perdidas
E minha boca, profana liberdade,
É viagem ao mesmo ponto
De onde a louca acena ao sonhar.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 12/01/2006
Código do texto: T97968
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:43)
Eliane Alcântara