Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRASÍLIA

   
"Brasília dorme
nos memoriais de luz tênue onde homens de fé escreveram seus caminhos".
Nina Tubino - Presença Literária 1991 - ALF/RGS.

Tu me lembras, Brasília, em teu hoje moderno,
o trabalho febril dos teus primeiros dias.
Lembras o sonho bom de Juscelino, o eterno
labor - cimento, pedra, andaimes, correrias.

O operário suando, o poeirão do inferno,
o sol calcina, a água é escassa; não serias
a Brasília de hoje - a de gravata e terno,
sem o pioneirismo e as longas travessias.

Contigo estão, Brasília, a vontade e a coragem
da gente brasileira, o pedreiro e o servente,
o arquiteto, o engenheiro, a rústica paisagem.

Imagem de ideal e sonho, obstinação,
de luta e destemor, de argúcia persistente:
- Kubtschek, Lúcio Costa e Niemayer, Sayão!...

                                      25-11-92
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 12/01/2006
Código do texto: T98021

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19611 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:20)
João Justiniano