Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÁSCARAS...

                            MÁSCARAS...


Máscaras...

O enigma ou o disfarce?
O supérfluo ou o indispensável?
Uma forma de catarse
ou apenas o medo irresponsável?

Máscaras...

Tal como as cartas de amor,
quem as não tem?
Será que haverá alguém
capaz de sempre se expor?

Mascara-se a solidão com a renúncia.
Mascara-se o amor com a indiferença.
Mascara-se o opróbrio com a denúncia...
E cada um encontra a sua sentença...

Máscaras...

Uma forma muito subtil de autodefesa
para se esconder aquilo que se sente,
para não mostrar o quanto se mente,
pelo receio de se ficar nu... sem defesa!

Mascara-se com habilidade o desamor.
Mascara-se com vulgaridade o que se inveja.
Mascara-se com maldade o que se deseja
e até às vezes, por medo, um grande amor!...

Máscaras...

Tal como as cartas de amor,
quem as não tem?!...











HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 13/01/2006
Código do texto: T98455
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:52)
HELENA BANDEIRA