Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NESTE TÃO CÁLIDO POENTE DE VERÃO...




NESTE TÃO CÁLIDO POENTE DE VERÃO...






Neste tão cálido poente de Verão
uma insólita aragem
agita a densa folhagem
das árvores que me rodeiam...
São árvores frondosas
que me cercam, majestosas,
neste tão cálido poente de Verão!
Estou só, vejo-me só
e, pior ainda, sinto-me só...
É uma solidão de presenças
que me traz sensações imensas.
Lembranças duras, dolorosas
e outras suaves, de belas rosas...
Recordações inesquecíveis
de emoções imperecíveis...
Do amor sem freio, florescendo,
da paixão louca se fortalecendo,
de sentimentos profundos, ternos,
de instantes inefáveis... eternos!
Dum amor em perene Primavera...
Foi assim que foi. Era assim que era!
Essa Primavera só deu lugar ao Verão.
E foi um Verão abrasador, escaldante,
uma paixão profunda e palpitante,
que sempre viveu um real e pleno Verão!...
 




 



HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 13/01/2006
Código do texto: T98525
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:32)
HELENA BANDEIRA