Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS JANELAS DA ALMA...

 JANELAS DA ALMA...




Sendo da alma, os olhos as janelas,
jamais enganam o coração...
Ocultam-se, às vezes, como as estrelas
só para esconderem a emoção...

Os olhos podem, por vezes, atraiçoar.
Mas essa traição é só para quem com eles vê...
Os olhos podem deixar aparecer, ressoar
emoções que ocultamos sem saber porquê!

Por isso há olhos que se não deixam olhar.
Não porque temam maldade transmitir,
mas porque receiam deixar-se molhar,
ao revelarem o desconforto do seu sentir!...

Mas há olhos que se fingem impolutos.
Que gostam de se deixar olhar
naturalmente,
mas cinicamente,
disfarçando assim intuitos ocultos
e a sua aptidão para atraiçoar...

Sendo da alma, os olhos as janelas,
pode ser cruel olhar através delas...
A indiscrição pode lá ver
desnudas emoções,
corações desnudos,
nuas sensações,
sentimentos mudos,
um ser todo nu, a sofrer!

De entrar nessas janelas
inocentemente abertas,
sem cortinas nem cobertas,
só são dignas as ESTRELAS!...


 

HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 14/01/2006
Código do texto: T98848
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:20)
HELENA BANDEIRA