Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sendas do amor

Ouço o amor que me chama nos acordes de bom dia,
entrego-me sem pensar, o depois será o hoje onde amei,
quero-o cada vez mais tomando de mim em cálices de alegria
e depois de entrar, feche as portas atrás dos tempos que sonhei.

Quero a saudade vestindo o amor no tempo que estou,
meu coração desesperado marca o ritmo dos passos,
que descompassados seguem seus caminhos na busca do prazer,
faço da espera meu canto ao encontrar-me segura em seus abraços.

Quero ser a musa, a poesia cantada em seus versos,
preciso seus sentidos nos meus que não vivem sem você,
quero, vestida de amor cobrir seu corpo nu, lhe peço,
não demore,  espero por seus sonhos para poder sonhar outra vez.

Tingirei seu corpo na cor dos beijos meus,
antes que acorde, selarei em paixão o destino de nós dois,
sussurrarei aos seus ouvidos os segredos meus e seus
até que a noite chegue trazendo o amor despido do depois.

Quero o presente sem as amarras do passado,
o que fomos ficou em alguma página do livro que escrevemos.
Somos a história sendo escrita nos beijos e abraços,
depois da espera, o amor suavizando os passos do que vivemos.

Refiz meus caminhos na tentativa de encontrá-lo,
na busca, novo sol aquecendo meu céu tingido de azul,
no corpo que carrega a lua em noites onde posso amá-lo,
sou a amante em seus espaços, explorando seu corpo de norte a sul.

Nas sendas desse amor, repouso meu corpo em total sublimação,
não demore, venha pelos atalhos marcados pelos beijos que lhe dei,
entre, descanse seus passos nas terras onde o sol gravou paixão
e deixe que o ame na plenitude onde em sonhos a você me entreguei.
Aisha
Enviado por Aisha em 15/01/2006
Código do texto: T99014
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35176 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:40)
Aisha