Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TARDE DEMAIS

Chorando de imensa tristeza, de grande emoção,
trazendo estampada, na face, a máscara da dor,
chegaste e bateste na porta do meu coração,
que, de há muito, já estava cerrada, fechada ao amor!...

Sonhei, muito tempo, com a sorte de ter, para mim,
as doces venturas que o amor sempre traz!...

E, agora, que a vida me arrasta ao meu triste fim...
Sinto muito, porém tu chegaste tarde demais!...
Julio Sayão
Enviado por Julio Sayão em 15/01/2006
Código do texto: T99115
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sayão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 93 anos
65 textos (39426 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:08)
Julio Sayão