Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ONTEM E HOJE

Ontem, era eu quem chorava,
quem, humilde, a teus pés, implorava
uma pobre migalha de amor...

Hoje,hoje és tu, amargurada,
quem tristonha, vencida, cansada,
como esmola, me pede calor!...

Eu... eu não hesito um segundo...
Eu que, sozinho no mundo,
esperava um gesto teu...

Abro-te a porta, querida!
És tudo o que quero, na vida!
O passado já morreu!...
Julio Sayão
Enviado por Julio Sayão em 15/01/2006
Reeditado em 16/01/2006
Código do texto: T99116
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sayão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 93 anos
65 textos (39436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:38)
Julio Sayão