Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez não saibas

Eu ontem sonhei contigo.
Hoje também, talvez amanhã.
Sonho diferente, lindo, efusivo,
um sonho acordado,
como acontece com os melhores sonhos,
como acontece o melhor da vida,
como existisse a vida só de sonhos.

Mas eu sonhei contigo.
Estavas como eu te imaginava,
te transmutavas ao sabor do sonho,
e o sonho perseguia o meu sonhar,
sonhando um sonho com real prazer,
sentindo, com os olhos bem abertos,
todo o prazer contido nesse sonho.

E eu fechava os olhos para sentir
maior prazer no meu isolamento,
e buscava o sonho,
e mudava o sonho,
e o sonho voltava,
forte, vivo, prazeroso,
e eu, só, com os olhos bem abertos,
vivi meu sonho, só, longe de ti,
e tu talvez nem saibas
que eu sonhei contigo.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 05/04/2005
Código do texto: T9937
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260298 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:20)
Paulo Camelo

Site do Escritor