Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades da praia

Sinto saudades, por demais pungentes,
dos belos dias que não vão voltar...
Nós dois sentados nas areias quentes,
olhando o céu e a imensidão do mar!...

Eram dias de amor, bem diferentes
destes dias de agora. A meditar,
penso que a praia, com nós dois ausentes,
mais deserta e mais triste deve estar!...

Mas, algum dia, eu sei que voltaremos
e, felizes, os dois reviveremos
o nosso sonho. Então vamos cantar

todo este amor que eu sinto e que tu sentes...
Nós dois sentados nas areias quentes,
olhando o céu e a imensidão do mar!...

Julio Sayão
Enviado por Julio Sayão em 17/01/2006
Reeditado em 02/12/2006
Código do texto: T99849
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sayão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 93 anos
65 textos (39426 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:32)
Julio Sayão