Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema Vital

Vieste com a primeira onda
Invadiu minha praia solitária
Mostro-me que ouvir o silêncio
faz parte do crescer profundo
abrindo trilhas nos breus da viagem!

Na areia deixou teu poema vital
Que reluz a cada grande ciclo do mar
Intensificando minha bússola, por vezes esquecida.
Meu novo horizonte flameja em esperança
Da fim nas minhas dúvidas exaltivas.

Na verde água
Pescou minha palavra apertada
Que transformei
em prosa i verso, em ilhas e cidades.
com seus olhos disse-me que vento a favor
é meu amigo, meu guia, meu professor.

Com seu lamento abençoado
Atraiu seus golfinhos
Entrego-me a chave da próxima página
Onde liberto meu ingênuo cantonado
Do prazer por estar vivo
em meu tempo, em meu sonhar!
Auber Fioravante Júnior
Enviado por Auber Fioravante Júnior em 15/02/2006
Código do texto: T112194
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Auber Fioravante Júnior
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
1405 textos (19662 leituras)
5 e-livros (358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:49)
Auber Fioravante Júnior