Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O OLHAR DA ALMA... Vem Comigo!

 AO MEU VÊR...

Felicita-me a brisa lobrigar maretas pulcras
Do verde mar irisando cinzas acabrunhadas.
Ateando arrelia areia , aragem sanando agruras
Maresia eivando restos mortais dos abraços.
Valsando as orlas sorrindo. Escarcéu dos óbvios!
Inspirando vácuo marulhar, polemizando a vida...
Prelúdio das águas ora descritas, lúgubres de fel
No ardor. Sinto condimentar pusilânime um réu,
Algemado a elos ao leu! Se doce igual nesta lida
Em olhos marejados são os EUS retirados véus...
Angustia compadecida que das , divisando céu
Imenso ser! Cabal atrelado íngreme dos rumados
Amargam-lhe cegos egos esconsos enegrecidos!
Ouço o que diz o vento, sem escutar os assomos
Da alma depauperada, alforriando fugidios vindos
Aliciando o olhar, atípico trinar ceifando fadários ...

 “A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
29/3/2006
Odete Pereira Alves


Obs: A luta continua Recorde Brasil de ACRÓSTICOS
www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=130236
Somos mais de 2500 escritores no site, deixe aqui seu parecer.Mesmo se você não correu a maratona, sabemos que nossa Vitória também é sua Leiam e comentem!
Beijos poéticos morrendo do prazer.
Deth Haak.
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 30/03/2006
Código do texto: T130948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65336 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:48)
Deth Haak