Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADENTREI O INFERNO DE DANTE


Estou na  beira  de um abismo insano,
Vendo as profundezas do mar   refletir o céu,
E o meu coração  em  pedaços se fez dono
Dessa morada  inacessível  e cruel.

Fizeste  tudo isso como se fosse nada,
Não  deixaste juntar os fragmentos
Foi-se em busca desse horrendo vazio
Arrepiando  a alma por sentir tanto frio.

Sem saber que eu ali por ainda existir sentia,
o crepúsculo inundar-me  no fundo d’alma
Entenderia que precisavas recolher-me  no agora
neste inferno astral  às vezes até ignora.
Que faço parte de um ser celestial.

Adentrei o inferno de DANTE...


Morgana Rosa
Enviado por Morgana Rosa em 19/11/2004
Código do texto: T132

Copyright © 2004. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morgana Rosa
Salvador - Bahia - Brasil
248 textos (11204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:16)
Morgana Rosa