Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aventureiro da Noite

Noites que terminam tarde,
seguem dias que cedo se vão,
disfarçado, o tempo se evade
compondo letras sem canção,
como quem agita sem alarde,
inacabando amor no coração!
 
Fá-lo sempre, deliberadamente,
semeia letras a colher frases,
faz a introdução, mas sutilmente
posterga todo o remate em fases
que desfolham o surpreendente,
renascendo remotos  interesses!
 
Trocada a lua por sol, perecem
anseios perplexos desanimados,
que se rendem, ascese carecem,
para se remodelarem renovados
com estratégias que anoitecem
breve,encantando dias floridos!
 
Que venham noites de temporão
pratearem o que era dito  ouro,
anoiteceres prematuros voltarão
sempre mais  relevantes; eu juro
que sucedem à ausência do verão
as saudades choradas do sol raro!
 
Em noite quente do tamanho certo,
longo dia venturoso se fará lembrar,
numa  miscelânea imparcial de fato,
em meio à paixão,ternura e respeito,
noite-dia lado a lado,paz irá sobrar
a quem escutar quando canta o vento!
 
Santos-SP-05/04/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 05/04/2006
Código do texto: T134064
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:17)
Inês Marucci