Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO INVÉS DE PINTOS SAÍAM PATOS

Finalmente,
As bicadas romperam as cascas
Em fúria insistente e anormal
Tal, foi a surpresa da galinha
Ao levantar as penas e ver
Que ao invés de pintos, saíam patos.
Atrapalhada, demonstrando inquietação,
Cobria-os cheia de admiração!
Os filhotes, não lhe davam
A menor atenção.
Enfileirados, procuravam o caminho do lago.
Ela, bicoaberto... cocorocava:
- Voltem aqui! Venham comigo!
Não façam isso! Vocês vão “se-machucar”!
Mas os patinhos... não adiantava nada suplicar:
Mergulhavam com destreza
E nadavam calmamente a velejar.
A pobrezinha, porém, empurrava-os
Para fora com o pescoço, mas estes,
Só saíam à procura de alimento e
Stchibum... novamente a nadar!
A mãe galinha não aceitando
Essa postura, recorreu ao galo,
Que veio dar uma olhadinha,
Ficou estupefato, voltou cocorocando,
Que nada tinha a ver com “aquilo”!...
- Entristecida, abandonada, desesperançada,
Somente ao entardecer se acalmava,
Quando os patinhos debaixo
De suas asas – agasalhava.
Zecar
Enviado por Zecar em 01/05/2005
Reeditado em 26/05/2007
Código do texto: T14200
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:19)
Zecar