Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frescor das relvas

A vida descostura os seculares planos
que da humanidade levaram tantos anos,
toda uma vida será pouco a recosturar
os vãos indiscretos incidindo no mar,

que reflete a partid’em vez de chegada,
ao rebanho resta esperar que a estrada
torça suas curvas descendo a banguela,
quem sabe brilhe outra vez a estrela!

Nesse tece e destece de linha e agulha,
tod’o rebanh’ou a terra vira a cabeça,
cavidad’em convexo’azar em esperança
Deus abrindo asas os prantos espalha!

Se olharmos em posições dissemelhantes,
toda a paisagem juncará floradas novas,
energia sobre comiserações irrelevantes,
à miragem do sonho frescor das relvas!

Grenoble-Fr-26/05/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 26/05/2006
Código do texto: T163151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:33)
Inês Marucci