Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É DOCE
O DESPERTAR..
NESSE CANTO DO MUNDO
GORJEIO DE MIL PÁSSAROS
RASGAM O ESPAÇO.
E O RIACHO SURPREENDE
NO PANO DE FUNDO
DO CIO DA MATA
A VIBRAR SONORA.
É UM MUNDO LAVADO
AO QUAL SE RENDE
MEU SER ENAMORADO.
RISO PROFUNDO
NOS LÁBIOS ORVALHADOS,
DESSE CANTO DO MUNDO.....

É COMO SE A VIDA
A EMERGIR DO RIO
NUM CANTAR QUE NÃO SE OLVIDA
BEIJASSE A MATA..
E O SOMBRIO
VELHO  RIO
DEIXANDO A SENSATA
MESMICE DE SEMPRE
SE RENDE Á MATA
NUM FRENESI
TÃO JOVEM
TÃO FRESCO
QUE NÃO CONVEM
SEU APREÇO
Á TÃO VELHO SENHOR....

MAS...,A FADA DO RIO
E A VELHA FADA DO AMOR
ENCANTAM O TEMPO
SEM PEJO NEM BRIO.
E POR UM MOMENTO
O VELHO RIO
ESQUECE O TORPOR 
DAS LONGAS JORNADAS
ESQUECE O FRIO
DAS MUITAS AGUAS
E SE FUNDE Á MATA
NUM ESTERTOR...

AÍ ENTÃO, EU MERGULHO
NESSE EXTASE ROUBADO
MEU FRÁGIL ORGULHO
DE SER REBANHO, SER GADO,
NÃO ME ACANHO
EU ME FAÇO ALADA
NUM MUNDO NOVO
CONCEBIDO
DA LIBIDO
DO VELHO RIO
E DA JOVEM MATA
QUE DA Á LUZ
A DOCE CASCATA...
Teca
Enviado por Teca em 02/06/2006
Reeditado em 08/06/2007
Código do texto: T167896

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1120 textos (122832 leituras)
5 e-livros (1459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:19)
Teca

Site do Escritor