Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SURREALISMO

América do Sul,
Brasil,
Paraíba,
João Pessoa,
Ponta Seixas:
ponto extremo do continente,
avançando para o Atlântico.
Praia de Cabo Branco,
aqui, na luta do mar com a terra,
esta vai perdendo...
Vejo paisagem esculpida:
surrealista.

Caminhando pela areia
macia e úmida, pés descalços,
coqueirais ao longo da praia,
as sopradas da brisa no corpo,
o marulhar das águas,
o céu aberto, um sol de verão;
É a grandeza da natureza poesia
instilando um sentimento
de pequenez interior
que me reduz a um destes grãos de areia.

As pegadas,
que para trás vão ficando,
são logo apagadas
pelo vai e vem das águas do mar;
Às vezes divirto-me com esta cena,
outras penso:
tudo passa,
tudo é frágil,
tudo é breve;
Assim é a vida!

Lá em cima,
na imensidão do infinito,
na grandeza deste céu,
há um Deus Amor
velando cada passo
deste pingo ser,
na praia de Cabo Branco,
extremo da América do Sul.





*Salmos 139.
Muniz de Albuquerque
Enviado por Muniz de Albuquerque em 05/06/2006
Reeditado em 20/05/2009
Código do texto: T169825
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rosival Muniz de Albuquerque www.rosivalmuniz.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Muniz de Albuquerque
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
136 textos (45349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:09)
Muniz de Albuquerque