Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORQUÍDEA

De uma matéria morta
Vejo uma vida ressurgir
Madeira podre
Que ficava jogada
Hoje é ornamentada
Pelas folhas belas de uma orquídea,
Parasita que vejo parado
É a beleza do mundo,
Esse mundo meu
Pequeno e simples,
Mas meu,
Onde a alegria sorri
E não me cobra o seu esforço
De oferecer esse esboço
Que desabrocha e se mostra pra mim.
Damaso
Enviado por Damaso em 27/06/2006
Reeditado em 23/04/2010
Código do texto: T183367

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Damaso
Rio Manso - Minas Gerais - Brasil, 34 anos
326 textos (17039 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:30)
Damaso