Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Melodia das águas

Não me surpreendem os trigais de ouro coalhados,
povoando de vidas inocentes momentos radiantes,
seus caminhos, bem os conhece a alma dos prados,
peregrina do amor nos  jardins celestes migrantes!

Bem  como a melodia das águas que vertem velozes
sulcando leito dos rios com suaves e sagradas vozes,
canto, vibro e me faço encantar banhada em bênçãos,
tão antigas, futuras e eternas, enlevando cristãos!

Não me permita  Deus esquecer dos dons da aurora,
entranhados no meio dos meigos olhos da primavera,
calada em seu perfume que tantos gorjeios divinizam,
no cântico dos cânticos bulícios de pedra paralisam!

Amanhã, toda a passarada cantora de mim lembrará,
pelas marcas de sol que minha alma deixou na seara
a mim destinada para procriar,  proteger e alimentar,
com seiva sagrada da natureza eternamente a semear!

Santos-SP-30/06/06
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 30/06/2006
Código do texto: T184826
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:13)
Inês Marucci