Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gritos Apáticos

Quando agente esquece de ouvir
Os gritos de socorro de uma vida
Esquecida ao vento tornando-se
Como era antes e deveria ter sido
Escutada e desejada por quem amasse

Depois de algum tempo há de haver
Uma sensatez esquecida
Nessas nervosas frases repetidas
Faladas para o céu sem ter nem mesmo
Uma resposta que seja para a solidão

Abrir a alma esperando que o sangue jorrasse
Pelo Caminho que nunca mais veria
E sentia-se esquecido pelos sonhos
Não vividos em função de tantos outros desejos
Por amor não reconhecido

Leva-se tempo para aprender que a liberdade
Antes mesmo de pertencer à lua
Era necessária para  amar o silêncio
E haver uma maçonaria que consistia
Em privar-se da própria nostalgia

Aí os sonhos vão virando rotina
As vozes já não mais têm força
Os atos vão sendo repetidos um após o outro
Em um ritmo contado a cada dia
Estava brotando a solidão, a apatia
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 30/06/2006
Reeditado em 13/09/2006
Código do texto: T185136
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:14)
Lady Sophia