Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entre nomes e telefones um brinde a minha solidão!

 Entre nomes e  telefones
Um brinde a minha solidão!

 
 
Em noites, bares e botecos,
alamedas  e risos desconhecidos
há sempre um estranho que quer ficar comigo
sempre um beijo no final da madrugada
como a comprovar uma amizade pra lá de fogosa selada
e outros lances que pra mim não dizem nada
copos e garrafas em busca de voce
como se fosse possível te encontrar ali
tão longe,
mas ao mesmo tempo,
tão dentro de mim.
 
Com seu gosto na boca,
mesmo que eu o disfarce, em outros lábios, em outros aromas
como naqueles olhos famintos que brilham por mim
do outro canto do bar, neste momento, agora.
.
.
.
 
E a noite continua então,
com voce dentro do coração, um copo cheio de gargalhada e ilusão e na minha cintura uma outra, que não é a tua mão,
.
.
.
 
chaves do carro jogadas em cima da mesa,
um convite para uma pequena indecência
mais um gole, sorrio balançando a cabeça:
"_Hoje não meu amor;"
Telefone trocado em folhas de um guardanapo, vejo no canto um lixo de lado,
enquanto lembro de uma frase que ouvi em uma peça de teatro,
"... sinto muito baby, eu lamento,
mas minhas próprias dores eu já não aguento..."
ele vai embora chateado, e eu chamo o garçon
Sorriso cúmplice,
agora sozinha,
 
 _"Mais um drink,
por favor!"
Um brinde a minha solidão!





07/07/2006
www.nandaevc.blig.ig.com.br
nandaevc
Enviado por nandaevc em 11/07/2006
Reeditado em 11/07/2006
Código do texto: T191604

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nandaevc www.nandaevc.blig.ig.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
nandaevc
São Paulo - São Paulo - Brasil, 41 anos
77 textos (2910 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:54)
nandaevc