Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Choro das águas

Choro no choro se deitando e mais soluçando,
é pranto me pondo a cismar e enternecidamente
vou sonhando. Dos rosais da perfeição celeste
chuvisca vozes dolentes dentro do céu florido!

Minhas mãos se transfiguram limpas, impolutas,
como se a nódoa sanguinolenta d’alguma guerra,
d'agonia florescesse'sementes plantasse tantas,
germinadas no soluço chovido que sacod’a Terra!

Os choros lavaram astros na regueria dos anjos,
cujas mãos sangram esplendor das florescências;
é choro outros choros procurando,parind'ensejos
d'abraços cerrados,sensível ardor das essências!

Na emoção das lágrimas etéreas ondula e ondeia
uma secret'extravagância, que só o sonho borda,
nas águas translúcidas,gotas me laçand'em teia,
num valsar chorado cantarolando nessa madrugada!

Santos-SP-21/07/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 20/07/2006
Código do texto: T198381
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:35)
Inês Marucci