Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OUTONO




13/04/1995.



O outono chegou.
Mais um outono em minha vida.
As flores vermelhas desabrochadas,
Os filhotes crescendo,
Os frutos amadurecendo nos pés.

O vento, frio e sussurrante,
Passando pelas folhas das árvores,
Lutando contra o raio de sol brilhante
Que não consegue mais aquecer.

As nuvens formando chuva,
Prenúncio que o clima vai esfriar ainda mais.
As cigarras já não cantam mais,
Os pássaros já não gritam tanto,
Borboletas e insetos já escasseiam.

E o vento correndo entre as flores,
Chacoalhando as folhas,
Balançando os frutos,
O vento que traz sons estranhos,
Perfumes desconhecidos,
Vozes longínquas.

O mesmo vento, ar que necessitamos ao nascer,
Que morremos por falta dele,
Que nos refresca e nos despenteia.

Esse mesmo vento que provoquei ao correr a cavalo,
Que secou minhas lágrimas,
Que levou o meu cheiro e de meus amados também.

Já corri com ele, andei com ele,
Brinquei com ele, amei com ele,
Vivi e morri com ele.

Já fui pássaro, flor, lagarta,
Nuvem, chuva, e hoje sou pó.
E ao pó hei de voltar.
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 10/08/2006
Código do texto: T213057

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
OUTONO - Edilene Barroso
Mais um Outono - Edilene Barroso
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:28)
Edilene Barroso