Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim-de-semana

Em meio a garoa,
com cheiro de mato verde.

Eu do meu lado esquecida
Perco a medida do tempo

Não tem hora batida
Não tem hora perdida.

Resquício de vida - remanso
Agarrada a um fio de descanso.

O sono que chega sem hora
Eu vou dormir agora!

Dormir tantas horas que quero,
com cheiro do mato lá fora...

Com fina garoa que aflora
olhos semi-cerrados - cansaço.

No descanso merecido que faço,
de um fim-de-semana, um laço.



Laura Goulart
Enviado por Laura Goulart em 21/08/2006
Código do texto: T221828

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Goulart
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
416 textos (23971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:28)
Laura Goulart