Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus reflexos

Meus reflexos

Não faz tempo, uma inocente criança
no espelho descobriu seu reflexo,
numa trama urdida pela esperança:
gritou, zombou, fez caretas sem nexo!

Chamou-lhe a juventude à contradança
mancebo imberbe de portar complexo,
vilania perdida na lembrança:
álcool, festas, desilusões e sexo!

Fitava-se agora o homem vaidoso
tão seguro a regar o seu jardim,
jamais percebeu que o joio asqueroso

transformava sua flor em capim:
não sou ainda um inútil idoso,
entretanto já não me vejo em mim!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 05/06/2005
Reeditado em 05/06/2005
Código do texto: T22228

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351740 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:51)
Nel de Moraes