Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM POEMA PARA "RUA DESCALÇA"


HOMENAGEM A JOSÉ MAURO DE VASCONCELOS, ESCRITOR BRASILEIRO.


Rua descalça, parti
Mas, agora retornei
Trouxe retratos em cores
Das ruas onde passei.

Ruas sérias, bem vestidas
Cores artificiais
Sem o colorido doce
De teus jardins, teus quintais.

Rua descalça, acredite!
Onde andei, não quis ficar.
A paz que em ti encontro
Não acho em outro lugar.

Existe uma rua assim,
Fora de observação
é uma rua sem fim
Fica no meu coração.


ESCREVÍ ESTA POESIA NA MINHA ADOLESCÊNCIA, APÓS LER O LIVRO "RUA DESCALÇA" DE JOSÉ MAURO DE VASCONCELOS, ESCRITOR QUE MUITO CONTRIBUIU PARA O DESPERTAR DA POESIA EM MINHA VIDA. RECOMENDO SUAS OBRAS, MUITAS TÃO ANTIGAS E DIFÍCEIS DE SE ENCONTRAR EM LIVRARIAS, MAS VALE À PENA LER.
É UMA LIGUAGEM JUVENIL E REALMENTE CATIVANTE.

MILTON DUARTE
Enviado por MILTON DUARTE em 29/08/2006
Código do texto: T227813

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MILTON DUARTE
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 49 anos
170 textos (562465 leituras)
44 áudios (202187 audições)
1 e-livros (79 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:06)
MILTON DUARTE