Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quase a Desesperar

Finjo não saber
O que conquista o meu corpo
A poção que invade o meu ser
Como a vibração de um sopro.

Algo que não me deixa ver
Que me faz perder movimentos
Capaz de em todo o sítio me fazer tremer
Como uma complexidade de sentimentos.

Um novo ar quero respirar
Para de tudo isto acordar
Está tudo tão difícil de superar
Só me sinto a sufocar.

Só preciso de um calmante
Algo que me dê a calma,
Que me tire este sabor desesperante
E que me liberte a alma.
João Filipe Ferreira
Enviado por João Filipe Ferreira em 16/09/2006
Código do texto: T241704

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Filipe Ferreira
Portugal, 36 anos
217 textos (13951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:00)
João Filipe Ferreira