Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Cavalo"

Você era pura como as águas
das Termas de Ibirá.

E ferraram-lhe as patas
e selaram-te
e feriram-te o couro tordilho.

Como se não bastasse,
esculpiram em formas de estrêlas
as vís esporas.

E, agora a galopar,
vais onde te mandam
bebes e comes se quiserem.

E nas noites, quando não te montam,
deixam-te na chuva com os morcêgos.
Como mutucas do brêu.
Debora F
Enviado por Debora F em 20/09/2006
Código do texto: T244757

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Debora F
Arco-Íris - São Paulo - Brasil
106 textos (4533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:52)
Debora F