Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BANHO !

O BANHO

Doçura do querer,
Afagos matinais,
Langor de viver
Nas margens ideais.

Sereno da cascata,
Brisa em profusão,
Coração em serenata
No dorso do ribeirão.

Água fria, envolvente!
Corpos numa imersão
De amor absorvente
Nas águas da emoção.

Emergir em diapasão
Do meandro cristalino
Do regato da ilusão...
Olhos doces, sorrindo!

Na face, gotículas e rubor,
Cabelos soltos ao vento,
Arfante, o peito em amor...
Amantes, amando lento!

O sol devora a manhã,
Vapor sobe das águas,
O par, em esperança vã,
Pensa esquecer mágoas.

A água não retornará
De seu curso original
Dos amantes levará...
Um retrato sensual!

S/A/Baracho/98)
conanbaracho@uol.com.br
Sebastião Antônio Baracho Baracho
Enviado por Sebastião Antônio Baracho Baracho em 27/10/2006
Código do texto: T275026
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Antônio Baracho Baracho
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 79 anos
421 textos (19434 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:25)
Sebastião Antônio Baracho Baracho