Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não Deixes Nunca de Viver

Deixa a luz cair em ti
Te iluminar a alma e mostrar-te de novo encanto
Ofuscando os males guardados e escondidos
Como se fossem apenas parte de um já passado.
Passado que não volta mais
Que se distancia pelos dias que passam
E pelos novos marcos,
Que a vida te acaba de presentear.

Deixa a chuva te molhar
Te refrescar a alma
Deixa-a te apagar a brasa quente
Que te consome o coração
Por causa de um rastilho que não se apagou no devido momento.

Deixa o ar te encher de novos aromas
Que levemente pairam no ar
E te libertar do ar já consumido,
Que se mistura com as poeiras passadas
Que por dificuldade não caíram por terra na altura devida.

Deixa o sorriso estampar de novo no teu rosto
Como algo que se ausentou por um tempo
Deixa a alegria invadir o teu espírito
E tomar conta do leme do teu barco.

Deixa a vida te dar vida de novo
E não desistas de esquecer
Que um dia foste capaz de te lembrar
Que não querias viver.
João Filipe Ferreira
Enviado por João Filipe Ferreira em 28/10/2006
Código do texto: T275934

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Filipe Ferreira
Portugal, 36 anos
217 textos (13951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:11)
João Filipe Ferreira