Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha alma

Dia nublado, choroso,
retrato momentâneo de minha alma.
Que na ciranda do tempo...
muda continuamente.
Às vezes quente,
tantas vezes gélida.
Inconstante,
volúvel por natureza,
intempestiva e bombástica.
Infantil, se recusa a crescer.
Adolescente, é efervescente... intensa.
Torrencial como uma chuva de verão.
Em seus momentos de maturidade,
percebe-se velha, a vista turva.
O olhar fica nublado,
como o céu outonal.
Mas teimosa, não se curva às intempéries da vida.
Alma, que não mais suporta ser ferida,
apenas por momentos se permite,
sussurrar lacrimejante...
se condoer com a vida, maldizer o destino,
para a seguir, iluminar-se e,
transformar em calor e luz
o retrato dantes cinzento e sem vida.
Fernanda Maria
Enviado por Fernanda Maria em 06/11/2006
Código do texto: T283733
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Maria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
92 textos (6748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:32)
Fernanda Maria