Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há Chegadas...

Há Chegadas




Há chegadas, há partidas.
Há adeus, há despedidas.
A alegria é substituída
A tristeza é garantida.

Como o vento que se aproxima
Leve brisa inicialmente
Depois só resta a tempestade
Tudo foge, é deprimente...

Mas o que importa, em tudo isso:
É a chegada, mesmo tendo a partida.
Uns vem, outros vão, não fugimos disso.
Sempre resta um sentimento  de investida.

Nasce a lua o sol se põem.
A terra permanece na penumbra
Os fantasmas saem aos grotões
A procura do que se deslumbra.

O sorriso transformou-se em choro
Os desejos em lamentos desprezíveis
Os anseios em eternos agouros
A esperança em um inteiro, indivisível.

Mas, nesse vai vem da vida
Tudo se complica, se embaralha.
Só a desventura me é permitida
Como castigo de um erro, de uma falha.

Adeus meu sofrimento
Não me permito mais sofrer.
O sorriso eu o quero nesse intento
De me fazer feliz em meu viver.

Acordei de uma busca incansável
Coloquei os pés no chão, em terra firme.
Ereta e de cabeça erguida, impenetrável.
Sorri satisfeita, achei-me sublime...











mendo
Enviado por mendo em 03/08/2005
Código do texto: T40076
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
mendo
São Paulo - São Paulo - Brasil
46 textos (2757 leituras)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:24)

Site do Escritor