Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRIMAVERA (MINHA PRIMEIRA POESIA FEITA HÁ ANOS)

Primavera

Não darei a ti amores atrozes
Não presentearei a ti com desdêmonas cortêsas
Ficarão Florisbelas a enfeitar algozes
Ficarão Rosalinas a embelezar as mesas

Quem daria a dália a Daria
Ou quem floresceria justo na terra?
Tiros de amores e Rosas vermelhas
Estão incendiadas como a própria guerra

As violetas velejam pelos vales vivos
Violinistas vastos a viajar em Vâneas
Vitórias-régias a enaltecer-se anfíbias
Ou a jazer em fundo a escuridão do lago

O sol a girar-se só, sol gira-sol a girar-se
Segundo o sol como se segue a água
Seca não só a Camélia sandálida
Se cactos secos a molhar-nos em mágoas

E margaridas com Pato-Donald para serem dadas a Margarida
Mais garridas que orquídeas conversas
E mais que crótos dançando tango
E vide-verso, e vice-versa.
 



Onécimo Fiuza
Enviado por Onécimo Fiuza em 01/10/2007
Reeditado em 03/10/2007
Código do texto: T675495
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Onécimo Fiuza
Salvador - Bahia - Brasil, 41 anos
30 textos (19599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 11:26)
Onécimo Fiuza