Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amarguras da vida


Quanta amargura carrego
Neste peito desconsolado
Esta vida sem sossego
De um pobre abandonado

Meus tempos de criança
Implorando por um aconchego
Vivendo de esperança
Das promessas não cumpridas

Meus dias foram tristes
O horizonte foi meu sonho
Neste olhar que resiste
A todas as atrocidades
Mantendo este sorriso tristonho

Valores da minha vida
Que os anos não mais devolvem
Deixaram-me as feridas
Que os prantos não dissolvem

Mas uma coisa sempre me consola
A figura de uma guerreira
Que foi pra mim uma escola
A presença de minha mãe
Minha amiga, minha parceira

(CARLOS R. MERLO)
Carlosmerlo
Enviado por Carlosmerlo em 06/10/2007
Código do texto: T683690

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlosmerlo
Tangará da Serra - Mato Grosso - Brasil, 47 anos
51 textos (2570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:20)
Carlosmerlo