Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto










“TALVEZ A SONHAR”.

          

 

Na pedra sólida, base dos meus pés,

A areia branca que o luar clareia,

A viola canta sobre o convés...

A maré me encanta sob a lua cheia.

 

Quando a alvorada mostra-me a sereia

Com seus cantos líricos lá do alto mar,

Lindo sol é quente, a árvore sombreia,

O alegre passeia... A assobiar...

 

A árvore do meu sonho, lar dos passarinhos,

Com farto banquete, ao alimentar,

Chova ou faça sol não estão sozinhos

Fora ou nos seus ninhos, estão a cantar.

 

Noites de calor, quando a lua brilha,

Conforto nos ninhos, talvez a sonhar,

Outros predadores seguem suas trilhas

Ainda que na ilha, além do alto mar.







 








Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 21/10/2007
Código do texto: T703531
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
3912 textos (261658 leituras)
185 áudios (36406 audições)
9 e-livros (7425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 07:59)
Antonio Hugo

Site do Escritor