Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOCO DE NEVE



Vinha preso ao ar, aquele verso...
Alvo do meu encanto... me embevecia...
Alvo de claridade, ele descia...
solto...
preso ao ar...
sereno e leve...

Vinha muito suave, aquele verso
diáfano, contente ao sol, que refletia...
Luz, que pequenina resplandecia...
ao sabor do vento...
livre e breve...

Vinha, como surfando, aquele verso!
Livre, preso ao dom de melodia...
dançava na minha alma, em estesia,
ave...
solto ao ar...
no azul imerso...

Era assim, tão leve aquele verso,
que, planando n'alma, aconteceu...
Como no ar boiando... floco de neve...
doce...
manso pousou e...
derreteu.


Eme Paiva
Maria Mercedes Paiva Paiva
Enviado por Maria Mercedes Paiva Paiva em 16/11/2005
Código do texto: T72286
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Mercedes Paiva Paiva
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
76 textos (4411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:40)