Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Choveu

Choveu!
Um raio de sol na tarde
Teima em quebrar-se
Numa janela perdida
De vida esquecida
A renovar-se.
Um instante, uma dança
Ardente
Réstia de vida, em balança
Semente.

Num fugaz corrupio
Se debate, rola, corre
Tremeluz no vento frio
E na subida se morre.
Não sei como nem porquê
Aquele raio cadente
Levou tudo o que não vê
A sentir certeiramente.

E a chuva
Não molhou
Mas quando a tarde se escoou
Deixou lembranças
Nos olhos das crianças.
RoqueSilveira
Enviado por RoqueSilveira em 07/11/2007
Código do texto: T726896

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de M. Conceição Roque da Silveira e o site www.letrasdispersas.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RoqueSilveira
Portugal
235 textos (8624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:39)
RoqueSilveira